É como aquela história clássica do miúdo que saiu de casa para ir estudar com um grande mestre. Quando conheceu o velho sábio, a primeira pergunta que lhe fez foi: “Quanto tempo vou demorar a ficar tão sábio como tu?” A resposta não se fez esperar: “Cinco anos”. “É muito tempo”, retorquiu o miúdo. “E se eu trabalhar com o dobro do afinco?”, disse. “Nesse caso, demorarás dez anos”, respondeu o mestre. “Dez?! É muito tempo. E se eu estudar dia e noite, todos os dias e todas as noites?” disse “Quinze anos”, respondeu o sábio. “Não compreendo”, disse o miúdo. “Sempre que prometo dedicar mais energia ao meu objectivo, dizes-me que vou demorar ainda mais tempo a atingi-lo. Porquê” Disse o sábio: ” A resposta é simples. Com um olho fixo no destino, sobra-te um olho para te guiar ao longo da viagem.

in O Monge que vendeu o seu ferrari

Anúncios